O marxismo TRABALHO SOCIOLOGIA

?BURGUESIA X PROLETARIADO
Sidnei Lima¹Valter Faoro²
RESUMO
O marxismo e o capitalismo os dois entram emacordo em um aspecto, a acumulação, o que deriva da expropriação do excesso de trabalho humano, ou seja, muitos trabalhando para alguns poucos enriquecerem. E era justamente isso que ambos eramcontrários.
O marxismo se baseia no materialismo, constituindo ao mesmo tempo uma teoria geral e o programa dos movimentos operários. Em razão disso, o marxismo forma uma base de açãopara estes movimentos, porque eles unem a teoria com a prática. Para os marxistas, o materialismo é a arma pela qual é possível abolir a filosofia como instrumento especulativo da burguesia e fazer delaum instrumento de transformação do mundo a serviço do proletariado (força de trabalho). Trabalho que, pra ele, seria a expressão da vida humana, por meio da qual é alterada a relação do homem com anatureza. Enfim, através do trabalho o homem transforma a si mesmo.
Marx se preocupava com a exploração do trabalho do homem, que não sente prazer em trabalhar, submetendo-se a tal para garantirsua sobrevivência. Marx percebia que o resultado do trabalho acaba, em sua maior parte, nas mãos dos donos do capital.
Analisando o capitalismo, Marx desenvolveu uma teoria para o valor dosprodutos: o valor é a expressão da quantidade de trabalho social utilizado na produção da mercadoria. No sistema capitalista, o trabalhador vende ao proprietário a sua força de trabalho, muitas vezes oúnico bem que tem tratado como mercadoria, e submetida às leis do mercado, como concorrência, baixos salários, ou é isto ou nada. A diferença entre o valor do produto final e o valor pago ao…