Milton Friedman Biografia E Principais Contribui Es

?1. BIOGRAFIA DO AUTOR
De acordo com Alan Greenspan, ex-presidente do Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos), Milton Friedman foi um dos principais economistas do século XX, dizendo que suas ideias não influenciaram apenas aquele período, mas também o século XXI e deve permanecer para os próximos anos.
Friedman nasceu no dia 31 de julho de 1912 em Nova Iorque, Estados Unidos, filhode uma família humilde cujo pai era comerciante e a mãe uma costureira. Aos 16 anos de idade, foi estudar matemática na Rutgers University em Nova Jersey e ao se formar, ingressou na Universidade de Chicago para fazer o seu mestrado em Economia. Durante o seu período de pós-graduação, Friedman conheceu alguns economistas que passaram a exercer influencia no seu pensamento liberal, como Henry Simonse Frank Knight que contribuíram para os alicerces da escola de Chicago. Após esse período, Friedman foi estudar estatística na Universidade de Columbia, onde saiu com o titulo de PhD em economia.
As ideias de Friedman provocaram profundas mudanças na economia mundial na década de 1970. Ele conseguiu convencer o presidente dos EUA, Richard Nixon, a permitir que o dólar voltasse a ser flutuante,rompendo com o acordo de Bretton Woods. No Chile, Friedman aconselhou o ditador Augusto Pinochet a adotar uma economia mais liberal, que trouxe uma equipe da Escola de Chicago para solucionar os problemas. Conseguiram acabar com a hiperinflação e fazer do Chile uma das economias mais desenvolvidas da região. Na Inglaterra, a primeira-ministra Margaret Thatcher utilizou as bases teóricas de Friedmanpara implementar na economia de seu país.
As teorias de Friedman exerceram impactos que vão além das fronteiras desses três países. Foi a partir da década de 70 que a maioria dos países do mundo adotaram o câmbio flutuante após o rompimento americano com o Acordo de Bretton Woods e o livre comercio ganhava força. De acordo com Butler (2011), Friedman contribuiu também com a redução das taxas deinflação no mundo, que passaram a ser um décimo do que era antes. Além disso, Butler afirma também que as ideias de Friedman foram responsáveis por conter o comunismo soviético, no auge da Guerra Fria.
Em 1976, Milton Friedman recebe o Premio Nobel de economia, pelas suas contribuições sobre as políticas de estabilização econômica, a analise do comportamento do consumidor e a historia monetária. Jáem 1980, publicou a sua principal obra, Free to Choose (Livre para escolher, na tradução livre), que defende o liberalismo econômico e foi capaz de disseminar suas ideias para o público geral. Friedman é considerado um dos principais contribuidores da Escola de Chicago, conhecidos como monetaristas ou neoclássicos.
2. CONTRIBUIÇÕES PARA A METODOLOGIA DA ECONOMIA
Em 1953, Milton Friedman escreveuThe Methodology of Positive Economics em que explica a sua visão sobre a metodologia ideal para formular as teorias econômicas. Inicialmente, Friedman explica a diferença entre ciência positiva e ciência normativa. De acordo com Robbins (1935, apud RAMOS, 1993, p.99) a ciência positiva procura uma posição neutra, ou seja, explica “aquilo que é” enquanto a ciência normativa explica “aquilo quedeveria ser”. Essa distinção é extremamente importante para dar sequencia na analise de Friedman.
Segundo Friedman, o positivismo é o método mais adequado para as teorias econômicas. Ele explica que a economia como ciência normativa naturalmente abre espaço para a divergência entre opiniões, já que as pessoas seguem valores diferentes. Já a economia como ciência positiva se distanciaria dos assuntospolêmicos e garantiria discussões sobre o tema que realmente importa, pois procura se isentar de valores morais com analises objetivas. Como era um bom matemático, sua intenção era atingir um consenso através de resultados lógicos e objetivos, para ter cada vez mais progresso.
Friedman queria inserir a economia no positivismo através de raciocínio lógico, assim como é a física, por exemplo….